Menu fechado

O Carnaval também vai passar, E DEPOIS?

A palavra carnaval vem do latim = Carne e Vale. O dialeto milanês tem carne levale, do baixo latim. Carne e levamen = ação de tirar, ou seja tempo em que se tira o uso da carne, pois o carnaval é propriamente a noite antes da Quarta-feira de Cinzas. Hiram Araújo, em seu livro Carnaval, relata que a origem das festas carnavalescas não tem como ser precisamente estabelecida, mas que deve estar relacionada aos: Cultos agrários da antiguidade, Às festas Egípcias, e mais tarde ao culto a Dionísio; um ritual que acontecia na Grécia, anos 605 e 527 a.C.; Em seguida ao deus baco em Roma.

O Carnaval Pagão começa quando Pisistráto oficializa o culto a Dioniso na Grécia, no século VII a.C. e, termina, quando a Igreja Católica adota a festa em 590 d.C. O Carnaval tornou-se festa religiosa, “Cristã” quando a Igreja Católica a oficializou, em 590 d.C. Em 1545, no Concílio de Trento, o Carnaval é reconhecido como uma manifestação popular de rua. Em 1582, o Papa Gregório XIII transforma o Calendário Juliano em Gregoriano e estabelece as datas do Carnaval. O DOMINGO DE CARNAVAL SEMPRE NO 7º DOMINGO QUE ANTECEDE AO DOMINGO DE PÁSCOA. Todos os feriados eclesiásticos são calculados em função da data da Páscoa. Como o domingo de Páscoa ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia que se verificar a partir de 21 de março; E a sexta-feira da Paixão é a que antecede o Domingo de Páscoa, então a terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa; e a quinta-feira do Corpus Christi ocorre 60 dias após a Páscoa. Teria havido um acordo de cavalheiros em que a Igreja Oficial (Católica) deixaria os foliões livres para extravasarem na carne (Carne Vale) e depois Quarta feira de cinzas começaria (Quaresma – 40 dias sem carne)! Ou seja estão livres para pecar depois pede perdão… Faz penitencia de 40 dias, ARTIMANHA DIABOLICA. A Bacchalia era a festa em homenagem a Baco, deus do vinho e da orgia. Veja o que The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997 diz a respeito do Festival Dionisiano e mais tarde a Bacchanalia, ou Bacanal, em honra aos deuses Dionísio e Baco: “O Bacanal ou Bacchanalia era o Festival romano que celebrava os três dias de cada ano em honra a Baco, deus do vinho. Bebedices, orgias sexuais e outros excessos caracterizavam essa comemoração, o que ocasionou sua proibição em 186 dC.” ESSA DESCRIÇÃO DA BACCHANALIA NÃO ENCAIXA COMO UMA LUVA NO CARNAVAL QUE SE CONHECE HOJE? SEMPRE REGADA COM BEBIDAS E ORGIAS SEXUAIS, AS MASCARAS FAZIAM E FAZEM DESAPARECER AS CLASSES SOCIAIS BEM COMO O PUDOR… A festa é geralmente relacionada ao uso irresponsável do próprio corpo, por exemplo: No consumo exagerado de bebidas alcoólicas e outras drogas; No relacionamento íntimo e inconsequente entre pessoas totalmente desconhecidas; No desgaste físico decorrente de vários dias e noites seguidas de preparo, de ensaio, de folia, tudo isto praticamente sem dormir, sem falar nas tragédias: Antes, durante, e depois da festa. PODEMOS SEM DUVIDAS AFIRMAR: CARNAVAL É UMA FESTA DE DANOS E PERDAS… E QUANDO O CARNAVAL PASSAR…

Sim, não só os dias de festa, como também a minha e a sua vida neste mundo vão passar! Cedo ou tarde chegará o meu e o seu dia, VOCÊ TEM SE PREPARADO? Se fosse hoje o dia da sua morte, ONDE VOCÊ IRIA PASSAR A ETERNIDADE? Lembre-se: Você que um dia nasceu e depois da morte, continuará existindo eternamente; NO CÉU OU NO INFERNO! Não existe uma terceira opção, se você crer será assim e se não crer será assim do mesmo jeito. E mais, esta decisão é você quem toma enquanto está vivo E ENQUANTO NÃO TOMAR A DECISÃO ESCOLHENDO IR PARA O CÉU AUTOMATICAMENTE ESTÁ ESCOLHENDO IR PARA O INFERNO. Seria muito bom se pudéssemos fazer de tudo que nos desse na telha e depois na quarta feira de cinzas virmos FAZER UM TEATRO DE ARREPENDIMENTO HIPÓCRITA, FAZENDO O SINAL DA CRUZ COM A CINZA E ASSIM TUDO ESTARIA APAGADO; seria muito bom, todavia assim como as que nesta “Festa”, perdem a virgindade, as que engravidam, os que adquirem o vírus HIV, os que são assassinados etc. ASSIM COMO ESTES TEM SUAS VIDAS DESTRUÍDAS, TAMBÉM O PECADO TRAZ CONSEQUÊNCIAS DESASTROSAS E ETERNAS. É verdade que não é o fato de participar desta festa ou cometer qualquer outro pecado que leva a pessoa para o inferno, o que leva para o inferno é o fato de rejeitar a Jesus Cristo que morreu para nos livrar do inferno, porem participar de festas como esta ou qualquer outro ato que entristece a Deus é prova de que a pessoa ainda é guiado(a) pelas obras da carne, pela permissividade, pela desobediência, pelo caminho que conduz a perdição! Isto não é coisa nova, lá em Êxodo 32 é um Exemplo do povo deixando o Senhor para praticar a Bacanalha e ali assim como nos textos a seguir temos as consequências de se inclinar para as coisas da carne e provocar a ira do Senhor. Gálatas 5:19 e 20 Apocalipse 21:6-8 e Col. 3:1-14 BUSQUE UMA ALEGRIA QUE NÃO ENTRISTEÇA A DEUS, PORQUE O CARNAVAL VAI PASSAR E NO FINAL DE TUDO É DIANTE DELE QUE ESTAREMOS!

Seu irmão e amigo Pr. Genivaldo Andrade de Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *