Menu fechado

UMA IGREJA ACOLHEDORA, É FORMADA POR PESSOAS ACOLHEDORAS QUE SE MULTIPLICAM!

O discípulo de Cristo deve de FORMA INTENCIONAL SE ESFORÇAR PARA ACOLHER OS NOVOS DISCIPULOS E PESSOAS EM GERAL. Acolher o discípulo implica chama-lo para junto, fazer com que ele se sinta parte. Essa dimensão diz respeito à nossa intencionalidade em integrar pessoas à vida na igreja. É o conjunto das atitudes intencionais de levar nosso alvo de oração (aquele com quem estamos buscando promover o Relacionamento Discipulador) a se envolver na vida comunitária da igreja. Isso pode acontecer por meio das classes da Escola Bíblica, dos passeios da igreja, dos acampamentos e/ou diretamente nos cultos regulares da igreja. Mas integrar não é só fazer a pessoa frequentar essas atividades, mas fazer com que o discípulo se desenvolva espiritualmente por meio delas E SE REPRODUZA EM OUTROS DISCIPULOS!

        Muitas pessoas entram e saem dos templos e dos cultos que nós realizamos, porém não permanecem. Não é por falta de interesse, MAS PELO SIMPLES FATO DE NÃO SENTIREM ACOLHIDAS.

        Precisamos desenvolver um acolhimento individual, olhando para cada pessoa que chega à vida da igreja como alguém que precisa ser cuidado. É preciso uma intencionalidade para integrarmos as pessoas à vida comunitária da igreja ASSIM A IGREJA VAI SE MUTIPLICAR EM OUTRAS PESSOAS E IGREJAS!

JESUS NOSSO MODELO DE ACOLHIMENTO!

         Em Lucas 9.10 a 17, Encontramos o cuidado de Jesus com as pessoas e alguns princípios e formas de COMO ACOLHER PESSOAS.  POR QUE DEVO INVESTIR INTENCIONALMENTE NO ACOLHIMENTO!      

        1- Acolher é um ato de compaixão – Somente quem guarda a compaixão de Cristo em seu coração se sensibiliza com outras pessoas. O discipulador precisa olhar para as pessoas com um olhar de compaixão. Caso contrário, nunca estará disponível para investir seu tempo em acolher outras pessoas. Ao mesmo tempo em que se compadece, o discipulador precisa ensinar também os seus discípulos a olhar os outros com compaixão.

        2-Acolher é um ato de abnegação – Somente aqueles que reconhecem as prioridades doReino têm disposição de abrir mão de algo que lhes pertence (o descanso) para atender os outros. Em alguns casos, o discipulador precisará abrir mão de seu tempo para socorrer emergências. Isso é doação de vida.

        3- Acolher é um ato físico e espiritual – Jesus atendeu a multidão ensinando acerca do reinode Deus e curando suas enfermidades (Lc 9.11b). Jesus não se concentrou em atender a multidão no aspecto espiritual. Ele também se preocupou em cuidar de suas necessidades físicas. Acolher não se restringe a integrar as pessoas às atividades da igreja, mas também envolve cuidar de suas necessidades mais urgentes.

        4- Acolher é um ato que Jesus confia a nossas mãos – Jesus disse aos seus discípulos:“Vós mesmos dai-lhes de comer” (Lc 9.13). Assim como Jesus esperava que os discípulos atendessem às necessidades da multidão. Ele agora espera que acolhamos todos que chegam à igreja. Essa responsabilidade não foi dada um departamento da igreja, mas sim aos discípulos de Cristo. Logo, todos devemos ter o compromisso de assumir pessoas e integrá-las.

        5- Acolher é um ato mais eficaz quando realizado em Pequenos Grupos – Jesus mandou que os discípulos organizassem a multidão em grupo de cinquenta (Lc. 9.14). Da mesma forma os pequenos grupos favorecem a integração e o cuidado das pessoas.

        6- Acolher é um ato de dependência de Deus – Nós mesmos não temos os recursosnecessários para acolher as pessoas. Mas, quando Jesus mandou os discípulos acolherem a multidão. Ele providenciou os meios de que precisavam (Lc 9.16). O Senhor provê os recursos, ajamos com obediência e fé.

         7- Acolher é um ato que não admite desperdício – Assim como Jesus não gosta que desperdicemos alimento. Ele não gosta que deixemos pessoas se perderem (Lc 9.17). RELACIONAMENTOS DISCIPULADORES SÃO COMO CESTOS QUE ACOLHEM PESSOAS E FAZ A IGREJA SE MULTIPLICAR.

           ACOLHER É:

            Fazer o discípulo se desenvolver nas diversas áreas da igreja, fazendo com que ele descubra a importância de cada atividade em que participa.

           Fazer com que o discípulo descubra, nos cultos de oração, o valor da intimidade com Deus, da dependência de Deus e da intercessão pelos outros.

           Fazer com que ele perceba, na Escola Bíblica, a importância de se aprofundar no conhecimento do Senhor por meio de sua Palavra.

           Fazer com que ele experimente, por meio dos cultos, os princípios da adoração.

           Fazer com que vivencie a comunhão nos pequenos grupos, assimile o valor da multiplicação e se torne um legítimo discípulo que represente Cristo para outras pessoas. Esperamos que você tenha aproveitado a semana que passou e se dedique a ACOLHER PESSOAS QUE SE MULTIPLIQUEM EM OUTRAS PESSOAS ACOLHEDORAS E ASSIM TEREMOS UMA IGREJA MULTIPLICADORA!

Seu irmão e Amigo Pr. Genivaldo Andrade de Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *